sexta-feira, 25 de junho de 2010

MANTRAS E SÍMBOLOS - Alguns Significados.

O OM é a sílaba sagrada que representa o Universo em sua totalidade ...
Não possui tradução literal e o seu significado é o ABSOLUTO
( Brahman ).

DIGBANDH MANTRA :
" OM AINDRIM CHAKRENA BADHNAMI NAMASCHAKRAYA SWAHA "
( mantra usado para evitar acidentes )

TRAYAKSHARI MANTRA :
" STRIUM HUM PHAT "
( ameniza sentimentos de culpa )

 DASAKSHAR MANTRA :
" HUM KHE CA CHE KSHAH STRIM HUM KSHE HRIM PHAT "
( usado para curar enfermidades leves )

TRIPURA MANTRA :
" KUBJIKA TRIPURA GAURI CHANDRIKA VISAHARINI "
( saúde e felicidade )

O que significa Mantra ...

A palavra mantra deriva da raiz MAN e do sufixo TRA.

Man , por sua vez, deriva da palavra MANAS ( mente ) e significa pensar .

TRA indica instrumentalidade e deriva da palavra TRANA, que significa controle.

Assim, mantra é uma combinação de sons que nos auxilia a controlar a própria mente.
Num sentido mais amplo, pode ser definido como uma combinação de sons, feita dentro de uma certa disposição rítmica, com a finalidade de emitir vibrações sonoras que produzam efeitos determinados sobre o ambiente em que vivemos.
 ( como as orações , que são repetidas..... )
Não existe , em nenhum idioma moderno, um correspondente único à palavra mantra. A tradução por sons sagrados , já tão habitual, é apenas uma maneira mais simples de tradução.

Finalidades dos Mantras :

Podem ter várias finalidades. Existem mantras para :

• elevar o nível de consciência

• desenvolver a espiritualidade

• despertar poderes psíquicos

• invocar proteção

• tranqüilizar a mente

• facilitar a concentração

ainda que existam formas de uso incorretas dos mantras, o propósito Maior de um mantra é ser um *instrumento* de aprofundamento e expansão da consciência.


ORIGEM :

Não é bem definida a origem exata dos mantras. Acreditam os hindus que ele tenha surgido há dez mil anos, a partir da revelação de um dos principais livros sagrados da ìndia - o RIG VEDA

A palavra RIG vem de Rich, que significa cantar, celebrar.
O Rig Veda é composto de cânticos dedicados ao deus Agni – deus do fogo.
Os Vedas são as escrituras sagradas da Índia que constituem a base de todas as filosofias e religiões hindus.

São divididos em quatro partes:

1 – Rig veda / 2 – Sama Veda / 3 – Yajur Veda /4 - Hartaba Veda

Ao longo do tempo, os hindus criaram inúmeras versões sobre a origem dos mantras. A mais conhecida versão traz como protagonista o Senhor Shiva* cuja função , dentro da tríade sagrada hindu , é destruir o universo para que esse seja reconstruido por Brahma e um novo ciclo se inicie.

Segundo a lenda, enquanto Shiva realizava a dança do universo, algumas pequenas sentenças foram ouvidas juntamente aos sons emitidos pelo pequeno tambor que ele tocava para acompanhar a própria dança. Esses aforismos** receberam o nome de Mantras.


Segundo outra versão, milhares de anos atrás, os sábios e os yoguis meditavam nas cavernas onde reinava o silêncio absoluto. Concentraram suas mentes nos sons , fundindo som, corpo físico e mente focalizano sempre os centros de energia vital ( chacras ) . Estes sábios ouviram 50 diferentes vibrações dos sete chacras e traduziram-nas através das cordas vocais em 50 letras, dando origem ao alfabeto do idioma sânscrito. Em seguida , através de inúmeras combinações dessas letras, foram criados os mantras.

(fonte : “Segredos dos Mantras” – Meeta Ravindra)



Um mantra pode ser emitido de diveras formas, como :

1* Através de KIRTANS.

Vocalizações devocionais de forma extrovertida. É uma maneira celebrativa de entoação que pode envolver a dança.

2* Através de JAPA

Repetição contínua e ininterrupta de um mantra. Neste caso, sem melodia. Sua finalidade é induzir a parada do pensamento, sendo assim de efeito introspectivo. Essa prática é feita com uma espécie de rosário de 108 contas, conhecido como JAPA MALA .

3* Através de MANAS

A mentalização de um mantra. Este meio é mais eficiente que a vocalização, por não ser audível.

Bhajans - Cánticos Devocionais

Sempre ao lado dos mantras estão os bhajans, canções que exprimem o sentimento de devoção por alguma divindade. Em geral, são canções bastante melódicas e emotivas. Os bhajans podem ser compostos na língua sânscrita ou em algum outro dos inúmeros idiomas da Índia. Diferem-se dos mantras por não se originarem dos Vedas ou de algum outro texto sagrado milenar. Geralmente são compostos pelos Bhaktas ( yogues que cultivam o sentimento de Amor por Deus )

 


Mantra - 01 Om Namah Shivaya.mp3
Mantra - 02 Om Namah Shivaya.mp3
Mantra - 03 Om Namah Shivaya.mp3
Mantra - 04 Om Namah Shivaya.mp3
Mantra - 05 Om Namah Shivaya.mp3
Mantra of Avalokiteshvara.mp3

000_Gayatri_Mantra.mp3

Om Mani Padme Hum - 02.mp3
Om Mani Padme Hum - 03.mp3
Om Mani Padme Hum - 04.mp3
Om Mani Padme Hum - 05.mp3
Om Mani Padme Hum - Buddhist Mantra - Ravi Shankar.mp3
OmManiPadmeHumBuddhistMantraRaviShankar.mp3
OmNamahShivaya06.mp3


LamaTashi01SettingMotivation.mp3
LamaTashi02MantraOfBlessing.mp3
LamaTashi03GuruRinpoche.mp3
LamaTashi04HeartSutra.mp3
LamaTashi06Manrushri.mp3
LamaTashi07Vajrapani.mp3
LamaTashi08BuddhaAmitayus.mp3
LamaTashi09BuddhaUshnishaVijaya.mp3
LamaTashi10Tara.mp3
LamaTashi11MedicineBuddha.mp3
LamaTashi12DedicationPrayer.mp3

MANTRAS PARA A PURIFICAÇÃO DOS CHACRAS EU SOU um ser de Fogo Violeta, EU SOU a pureza que Deus deseja! (3x) (repetir este mantra intercalando com cada chacra) Meu coração é um chacra de Fogo Violeta, meu coração é a pureza que Deus deseja! (3x) Meu chacra laríngeo é uma roda de Fogo Violeta, meu chacra laríngeo é a pureza que Deus deseja! (3x) Meu plexo solar é um sol de Fogo Violeta, meu plexo solar é a pureza q Deus deseja! (3x) Meu terceiro olho é um centro de Fogo Violeta, meu terceiro olho é a pureza que Deus deseja! (3x) Meu chacra da alma é um centro de Fogo Violeta, meu chacra da alma é a pureza que Deus deseja! (3x) Meu chacra coronário é um lótus de Fogo Violeta, meu chacra coronário é a pureza que Deus deseja! (3x) Meu chacra da base é uma fonte de Fogo Violeta, meu chacra da base é a pureza que Deus deseja! (3x) E com toda Fé...


KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI TSABAYOTH


"Santo, Santo, Santo é o Senhor das Hostes"

• Deve ser repetido em números múltiplos de 7.
• Une os níveis inferiores de vibração com os níveis mais altos da criação.
• A batida do coração humano é marcada de acordo com a função do Kodoish, Kodoish...
Este mantra permite todo o sistema circulatório operar com a batida do coração cósmico.
• A energia de luz criada por este nome sagrado permite ao corpo experimentar a energia direta dos Mestres de Luz.
• Este mantra contém escalas adicionais de ressonância de cores, emanando 80 oitavas acima e 80 oitavas abaixo do nosso planeta.
• Kodoish deve ser usado para discernir as forças espirituais das forças negativas celestiais. Esta saudação coloca em movimento um padrão de ressonância com o trono do Pai, ressonância esta, que as "forças negativas" não podem utilizar quando são por ela cumprimentadas. De fato, esta saudação é tão forte que as "forças negativas" não conseguem permanecer, nem por um breve período de tempo, na presença desta vibração.
• Quando nós sentimos pressão e medo de origem desconhecida, é razoável admitir que esta pressão esteja sendo causada pela "hierarquia negativa". Para que as energias opressivas sejam levantadas e afastadas, simplemente cante ou diga repetidamente, o "Código Sagrado".
• Este mantra sagrado ativa redes especiais de sintonização de ressonância com a Irmandade da Luz e permite que a energia se junte para trabalho e culto mútuo.
• A estrutura do código de Amor e Luz deste mantra sagrado está focalizado no 30 Olho — a semente de cristal, e lhe permite elevar esta semente de cristal ao Conselho de Luz no Firmamento de Órion.
• O poder da trindade do KODOISH, KODOISH, KODOISH pode criar um hiper-vórtice, ou um pilar de energia divina pelo qual o hiper espaço-tempo podem ser atravessado por este corpo fisico, nos colocando em ressonância com outros níveis de inteligência divina.
• Esta fórmula também pode ser utilisada para invocar a Proteção Divina, uma vez que esta expressão sagrada é uma conexão entre todas as Hierarquias, como uma Saudação da Irmandade com um Pai em comum.
• Ele cria um pilar de energia de proteção que pode ser usado em situações práticas para resolver problemas, curar e elevar a consciência e o que for preciso pra projetar energia para fazer o trabalho do Reino.
• Quando nós cantamos e visualizamos a trindade do KODOISH, KODOISH, KODOISH acima do nosso Terceiro Olho, junta-se a nós um coro das Alturas conforme Seres Integrais de Luz nos mostram suas aparências. Conforme nós continuamos a usar esta Saudação, nós somos cumprimentados pela Irmandade e Anfitriões do ofício de Shakinah (Espírito Santo), do Cristo, e do Pai Divino.
• KODOISH, KODOISH, KODOISH deve ser recitado antes de dormir e assim que acordamos.

Om Mani Padme Hum Dissecado



"O Mantra de Seis Sílabas - Om Mani Padme Hum

O mantra OM MANI PADME HUM (ou HUNG) é traduzido as vezes de forma estranha ou misteriosa. Entretanto, trata-se simplesmente do nome de Chenrezig colocado entre duas sílabas sagradas e tradicionais, OM e HUM.

OM representa o corpo de todos os Budas; quase todos os mantras se iniciam com ele.
MANI significa "jóia" em sânscrito;
PAD ME, pronúncia em sânscrito, ou PEME em tibetano, significa "lótus";
HUM representa a mente de todos os Budas e geralmente encerra mantras.

MANI é uma referência a jóia que Chenrezig segura em suas duas mãos centrais e PADME a lótus que ele segura em sua segunda mão esquerda. Recitar OM MANI PADME HUM nomeia Chenrezig através de suas atribuições: "Aquele que carrega a jóia e a flor de lótus". "Chenrezig" ou "Lótus da Jóia" são dois nomes para a mesma divindade.

Cada sílaba permite-nos encerrar as portas dos renascimentos dolorosos em cada um dos seis reinos que compõem o ciclo das existências:

OM fecha a porta dos renascimentos no mundo divino (devas)
MA a porta dos semi-deuses (asuras)
NI a porta do reino humano
PAD a porta do reino animal
ME a porta dos fantasmas famintos (pretas)
HUM a porta para os reinos infernais

Cada sílaba tem um efeito purificador:

OM purifica as cortinas que cobrem o corpo
MA purifica as cortinas do discurso
NI purifica as cortinas da mente
PAD purifica as cortinas das emoções conflitantes
ME purifica as cortinas do condicionamento latente
HUM purifica a cortina que cobre o conhecimento

Cada sílaba por si própria é uma oração:

OM é a oração oferecida ao corpo dos Budas
MA é a oração oferecida ao discurso dos Budas
NI é a oração oferecida a mente dos Budas
PAD é a oração oferecida as qualidades dos Budas
ME é a oração oferecida a atividade dos Budas
HUM reúne a graça do corpo, discurso, mente, qualidades e atividades dos Budas.

As seis sílabas correspondem aos seis "paramitas", ou perfeições transcendentais:

OM corresponde a generosidade
MA ética
NI paciência
PAD atenção
ME concentração
HUM sabedoria

As seis sílabas também correspondem aos seis budas que reinam perante as seis famílias budísticas:

OM para Ratnasambhava
MA para Amoghasiddhi
NI para Vajradhara
PAD para Vairocana
ME para Amitabha
HUM para Akshobya.

As cores que correspondem a cada sílaba são:

OM : branco
MA : verde
NI : amarelo
PAD : azul
ME : vermelho
HUM : preto

E por último, cada sílaba corresponde a uma das seis sabedorias:

OM = sabedoria da equanimidade
MA = sabedoria da atividade
NI = a sabedoria nascida de si mesma
PAD = a sabedoria de dharmadhatu
ME = sabedoria discriminatória
HUM = sabedoria reflexiva

Benefícios de se recitar o Mantra de Seis Sílabas
Extraído do "Iluminação Diária"

Recitando o mantra, os portões que levam ao renascimento nos seis reinos de samsara são fechados. O som e a vibração deste mantra poderoso evocam as bençãos de todos os Budas para libertarem do sofrimento todas as criaturas conscientes. Remove os karmas negativos e as contaminações como avareza, fúria e ignorância que causam renascimento nos seis reinos de samsara, sendo estes os reinos infernais, reinos dos fantasmas famintos, reinos animais, reinos humanos, reinos dos semi-deuses e reinos divinos. Este mantra é tão precioso e sagrado que corporifica o discurso sagrado de Buda. Ao ouví-lo com fé e compreensão, é possível ser agraciado com bons renascimentos após a morte. Se qualquer animal ou inseto ouvir este mantra antes da morte, ele renascerá na terra pura de Amitabha. Ao recitar o mantra com a postura mental correta e uma compreensão adequada, é assegurada sua eficiência em ampliar os méritos positivos e o poder espiritual da compaixão. Através da dedicação dos méritos da recitação para todos os seres e especialmente para aqueles que amamos nos momentos de dor e doença, todos os sofrimentos serão dissolvidos."

É por isso que as filosofias orientais me atraem.

E nós ocidentais o que temos? As orações cristãs me parecem simplórias quando se compara a riqueza do mantra Om Mani Padme Hum.

Seis sílabas, que qualquer um pode recitar, desde que consciente da amplitude de significado. Me soa melhor do que muitas outras opções.
http://um-reikitarot.no.comunidades.net
http://lugomast.blogspot.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O QUE VOCÊ PROCURA?

Carregando...